Quais são as indicações de livros para inspirar empreendedores? 
Respondido por Eduardo Ferraz, especialista em gestão de pessoas

A maioria sabe que o que realmente faz a diferença no resultado das empresas é ter uma equipe motivada e comprometida. O grande desafio, entretanto, é formar o time dos sonhos sem gastar muito, já que pequenos empreendedores normalmente não têm cacife para contratar “craques” consagrados. Para isso, sugiro algumas obras com abordagens muito diferentes, mas complementares que podem inspirar líderes a aprimorar a gestão de seus talentos.

1. Rápido e Devagar
O livro foi escrito pelo vencedor do premio Nobel de Economia em 2002, Daniel Kahneman. O autor explica, após quase 40 anos de estudos, que nosso cérebro tem dois grandes mecanismos de ação: o pensamento automático, que é rápido, intuitivo e emocional e o pensamento analítico, que é lento, lógico e racional.

Kahneman nos mostra que a compreensão do funcionamento dessas duas formas de pensar pode ajudar muito em nossas decisões sobre a gestão das pessoas, já que podemos aprender a tomar decisões baseadas em conceitos lógicos e não nos emocionais que costumam nos induzir a erros de avaliação.

2. Grandes decisões sobre pessoas
O autor, Claudio Fernándes-Aráoz, é diretor de uma das maiores empresas globais de “hunting”. Esse livro é uma abrangente fonte de consulta para gestores que gostariam de aprimorar suas habilidades técnicas na contratação. Tanto os conceitos teóricos como as práticas oferecidas ajudam bastante na tomada de decisões em empresas de qualquer porte, já que a análise sobre os acertos e erros cometidos por gente muito experiente certamente servirá como referência para quem lidera os processos de seleção e contratação.

3. Agassi
A autobiografia de Andre Agassi é uma narrativa ao mesmo tempo surpreendente e empolgante de como foi a carreira de um dos maiores tenistas de todos os tempos. Ele narra sua infância difícil, sua insegurança, a dificuldade em lidar com o sucesso e a depressão que quase o fez abandonar a carreira.

Fala como encontrou um novo propósito de vida e formou uma pequena equipe que o ajudou a voltar às quadras para, aos 29 anos, alcançar o feito histórico de ser o mais velho tenista a se tornar o número 1 do mundo. É uma história de superação, planejamento e ousadia que inspirará mesmo os gestores que não entendem do esporte.

http://exame.abril.com.br/pme/dicas-de-especialista/noticias/3-livros-para-inspirar-empreendedores-na-gestao-de-pessoas

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.