Começo de ano motiva mudanças ou um aprimoramento na estratégia quanto aos rumos da carreira. Vale a pena manter e aperfeiçoar aquilo que já foi bom em 2013 ou mudar o que não está funcionando bem em 2014.

Se está pensando em dar uma guinada na carreira, primeiro faça uma boa avaliação daquilo que realmente o motiva antes de tomar qualquer decisão. O que você procura? Uma empresa ou cargo que lhe ofereça mais dinheiro, mais aprendizado, mais segurança ou mais reconhecimento? Na maioria das vezes não dá para ter tudo ao mesmo tempo e será preciso priorizar o que realmente mais o motiva. É importante identificar isso de verdade antes de partir para a busca de uma nova oportunidade, senão você pode mudar e se frustrar, pois pode ficar tudo muito parecido ou até piorar no novo trabalho. O consultor em gestão de pessoas, Eduardo Ferraz, sugere algumas dicas para você:
– Seja por meio de redes sociais ou contato pessoal, o momento exige ainda uma revisão das referências

– Informe as pessoas mais próximas que atuam em áreas de seu interesse, mandando um e-mail e/ou dando um telefonema, contando sobre o seu desejo de mudança e sua disponibilidade”.

– Faça uma atualização do currículo, que deve ser impecável. Um bom currículo é resumido e impactante (objetividade e clareza), no papel ou nas ferrementas virtuais.

– O currículo de papel deve ter apenas o que interessa, como nome e endereço completos, telefone, e-mail e histórico profissional”. Além disso, inclusive nas redes sociais, a orientação é a de que o candidato não deva mentir. “Clichês como ‘sou proativo’, ‘gosto de trabalhar em equipe’ e ‘cumpro metas’, devem ficar de fora. Essas coisas devem ser ditas na entrevista, acompanhadas de exemplos concretos”.

– Selecione alguns sites especializados em seu segmento e nas áreas que mais lhe interessam. Ao ser chamado para uma entrevista, prepare-se bem estudando a empresa, seus valores, em que segmento de mercado atua, as condições oferecidas, etc. Terminada a entrevista, aguarde o contato e jamais insista.

– Seja absolutamente sincero sobre suas principais habilidades e principais deficiências. “Não adianta aceitar um emprego que não tenha a ver com seu perfil. No futuro, isso vai acabar resultando em problemas e infelicidade”.

http://www.gestaoerh.com.br/site/noticias/?id=1257

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.